Alimentos Ricos Em Carboidratos

Naiara Azevedo Sofre Com 'efeito Sanfona'


Melhores Carboidratos Pra Malhar: Oito Queridinhos Das Marombeiras

Os alimentos funcionais estão mais “em alta” do que nunca! São aqueles que, e também nutrirem, ajudam a eliminar o risco de umas doenças, melhoram a propriedade de existência, finalmente, oferecem imensos privilégios ao corpo. Dentro deste contexto, a chia vem se destacando há algum tempo e é comumente usada na dieta de pessoas que se preocupam em escoltar uma refeição saudável.


Contudo, hoje em dia, um “derivado” dela tem atraído ainda mais atenções: a farinha de chia. Talitta Maciel, nutricionista do Espaço Reeducação Alimentar, explica que a farinha de chia é obtida a partir da moagem das sementes da chia. Ela é rica em fibras, cerca de 98% da tua composição, é rica em magnésio, fósforo, potássio e cálcio, além de vitaminas do complexo B”, diz. Seu cálcio é mais biodisponível que o do leite, quer dizer, o organismo aproveita e absorve melhor o cálcio da chia. Talitta explica que a semente de chia retrata grandes quantidades de proteínas de alto valor biológico, fibras, ômega 3 e antioxidantes.


Mude Tua Rotina: Seis Remédios Naturais Para Viver Bem

Tem ação anti-inflamatória e auxílio na absorção de glicose, sendo uma aliada no conflito ao diabetes; auxílio pela saúde óssea, por ser rica em cálcio biodisponível”, diz. A farinha de chia, complementa a nutricionista, detém as mesmas propriedades que a semente, mas as quantidades de fibras são maiores. Assim sendo, além de demonstrar todos os benefícios da semente de chia, a farinha poderá favorecer ainda mais pro acrescentamento da saciedade e, consequentemente, para o emagrecimento.


Ela também garante o prazeroso funcionamento do intestino e se intensifica a resposta muscular após o exercício físico. Dessa forma, pode-se expor que a farinha de chia é boa indicação para pessoas que estão seguindo dieta pra perda de gordura, indivíduos com histórico de constipação intestinal e adeptos da prática de exercícios físicos. Talitta explica que a farinha de chia pode ser utilizada como divisão de receitas que contêm a farinha de trigo, enriquecendo-as com nutrientes. De acordo com a nutricionista, a sugestão de consumo é de até duas colheres (sopa) por dia. Encontramos a farinha de chia em lojas de produtos naturais, supermercados, feiras de produtos orgânicos.



Ela ainda poderá ser feita de forma caseira, batendo no liquidificador as sementes de chia”, destaca Talitta. Despeje a água fervente a respeito da aveia e a chia em grãos. Acrescente óleo, misture e deixe descansar por vinte minutos. Adicione o açúcar mascavo e os ovos. Junte a farinha de trigo, a farinha de chia, o sal, o fermento e, por último, a castanha-do-pará.


  • ½ cenoura picada
  • um fatia de melão pequena
  • Facilita a digestão
  • Folhas de dente de leão

Misture bem, despeje em uma forma redonda com furo central e untada. Leve para assar em forno a 180ºC por aproximadamente quarenta minutos. Já com a massa na maneira, antes de assar, salpique castanha do Pará pra decorar. Como cobertura use calda de Agave. Numa panela coloque o coco ralado, a polpa do maracujá, o açúcar e a farinha de chia.


Leve ao fogo até ferver, misturando bem. Reduza o fogo até que o suco comece a secar e irá mexendo pra não queimar o fundo. No momento em que surgir a esse ponto, com um tanto de caldo ainda, adicione o leite de coco, mexa e retire do fogo. Lave as maçãs, descasque-as e pique-as. Leve ao liquidificador os ovos, o açúcar, o óleo e as cascas das maçãs. Em um recipiente, misture a farinha integral, a aveia e a farinha de chia.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *